Trabalhar com internet talvez não seja pra você

Você já parou pra pensar que trabalhar com internet talvez não seja pra você?! Tenho percebido um movimento abundante de pessoas se apresentando como criadoras de conteúdo, especialistas em gerenciamento de mídias sociais e outras atividades relacionadas à internet. Muito por conta da era digital em que estamos vivendo e dessa nova geração, que acredita que a vida acontece no online, mas também pelo encantamento e facilidade que a coisa toda aparenta ser.

A verdade é que trabalhar por conta não é pra todos. Falo muito sobre empreender aqui no blog e minha experiência nessa rotina e não escondo de ninguém que empreender não é um mar de flores e tampouco encantador como muitos contam por aí. É suado, requer tempo e muita dedicação.

 

A experiência conta, e muito!

Produzir conteúdo e trabalhar com internet dá o mesmo trabalho (se não mais) do que qualquer outra atividade. Requer disciplina quando se trabalha em home office, é preciso MUITO planejamento e por mais incrível que pareça, é necessário ter conhecimento em diversas áreas.

Você precisa entender de internet, mas você também tem que ser bom de fotografia, entender de direção de arte e ter um senso estético e visual bem apurado, ser um pouco produtor, um pouco designer e saber se comunicar. Ter domínio da língua portuguesa e ser um pouco pesquisador, também contam muitos pontos.

Além de tudo isso, você precisa saber muito sobre administração, marketing e vendas. A internet é um mundo a parte e te possibilita muitas coisas, mas também te exige muito mais. Todas as minhas experiências no mundo corporativo, nas faculdades e cursos extras que eu cursei, me fizeram chegar onde eu cheguei hoje e saber tudo o que eu sei para trabalhar com internet. Nossa bagagem reflete diretamente no trabalho que desenvolvemos, seja ele qual for.

 

Pra se inspirar, é preciso respirar!

Falo no sentido literal mesmo, sair do seu ambiente comum e ir respirar ar puro, respirar outras culturas, aprender com outras pessoas, de outros segmentos. Antes de abrir a agência eu tive outro negócio e naquela época, eu não sabia metade das coisas que eu sei hoje. Consequentemente, eu achava que aprenderia observando os meus concorrentes, que até onde eu entendia, eram também uma forma de inspiração pro meu trabalho.

Ledo engano, quanto mais você acompanha as mesmas empresas do seu segmento e “se inspira” nelas, mais você copia o trabalho delas inconscientemente e cada vez menos você consegue desenvolver um trabalho autoral. A verdade é que a maioria das pessoas acha que só de olhar o resultado e o trabalho pronto do outro, consegue fazer igual. Na maioria das vezes (ouso aqui dizer em todas), você não chegará nem na metade do caminho. O estudo, a pesquisa e tudo que o outro percorreu para desenvolver aquilo, você nunca conseguirá fazer igual, afinal, você não é o outro.

Estude e analise sim o trabalho do outro, se forem de segmentos diferentes, melhor pra você, vai ser muito mais enriquecedor. Absorva o que elas fazem de melhor e aplique no seu modelo de negócio. Estude as tendências do seu mercado e entenda o que os seus clientes precisam, só assim você estará sempre a frente.

Nenhum comentário

Enviar um comentário