O melhor de Sampa: Pinheiros / Vila Madalena

Quem me acompanha por aqui ou pelo insta, já viu que em agosto do ano passado, eu e o Gui fizemos um passeio guiado por São Paulo. É uma mistura de turismo com pesquisa de tendências. Quem acompanha o grupo durante todo o roteiro é o Olavo Medeiros, do @omelhordesampa. Eu não vou explicar tudo de novo como funciona o projeto porque já contei tudo neste post aqui, mas vou contar um pouquinho de como foi o roteiro de Pinheiros/Vila Madalena.

Nós queríamos fazer este trajeto já fazia tempo, mas as datas não batiam com a minha agenda de casamentos, então perdemos alguns, mas agora no meio de março, enfim, conseguimos! E foi bem bacana!

omelhordesampa-pinheiros

O roteiro começa no Café Torra Clara, um lugarzinho intimista que serve cafés com métodos de preparos especiais. Não conseguimos comer nada lá pois acabou a energia elétrica e então optamos por comer na próxima parada, que nada mais era que o ateliê da Maria Brigadeiro. Eu já conhecia e já até tinha provado o de limão siciliano e o tradicional, o lugar é incrível, tudo tem seu devido lugar e os brigadeiros são uma atração a parte. Provamos quatro sabores, mas o preferido (meu e do Gui) foi o de caramelo com flor de sal, gente, um absurdo de tão gostoso, sério!

Depois o passeio passa por um lugar que vende macarons, provei alguns e o que mais me surpreendeu foi o de cerveja. Era bem gostoso! A parada pro almoço ficou por conta do La Quiche, lugarzinho simpático com um quintal encantador, coberto de guarda-chuvas coloridos. Seguimos pelo Beco do Batman, velho conhecido meu, afinal, faço váaarios ensaios fotográficos por lá. O que me deixou feliz foi ter visto uma parede do Batman vs. Superman (o beco tem esse nome, mas não tinha nenhuma parede com grafite do Batman, gostei!). Depois passamos por algumas galerias, espaços colaborativos, com tendências hipster e finalizamos no Fast Berlin, um bar tipicamente alemão, com pratos e petiscos apetitosos. Com certeza voltaremos para comer lá mais vezes!

A experiência de fazer esse walking tour é o que vale. Todo o conhecimento da cidade de São Paulo que o Olavo tem é passado de uma forma bem dinâmica e divertida. Só fazendo pra entender o quão legal é participar disso tudo!

 

Nenhum comentário

Enviar um comentário