A geração que só quer fazer o que gosta

Existe uma geração surgindo, que só quer fazer o que gosta e que acredita que a internet é a única resposta pra tudo. Eu concordo que a internet abriu inúmeras possibilidades e ela realmente tem a maioria das respostas pra tudo que buscamos. Mas é preciso ir além!

Dia desses estive em uma palestra do Mario Sergio Cortella e uma das reflexões que ele fez foi justamente sobre isso: essa nova geração acha que não precisa estudar, aprender e saber nada, pois as respostas que eles precisam está sempre à mão, na tela do celular, a um clique de distância do conhecimento.

Gostar não quer dizer que você é bom!

Ouvi um podcast de um canal de moda meses atrás e a pessoa contava a experiência dela ao migrar do design gráfico para a consultoria de estilo. No decorrer do relato ela mencionou essa tendência de todo mundo querer trabalhar com o que gosta. Claro, é uma coisa incrível: trabalhar com o que se gosta é nunca mais ter que trabalhar na vida, dizem.

Mas sinto te dizer que nem sempre fazer o que se gosta, só porque se faz com amor, é sinal de sucesso. É preciso muito estudo e experiência para ser bom naquilo que se gosta. Assim como em qualquer outra coisa. A única diferença é que gostando, o caminho será mais prazeroso, mas também aparecerão dificuldades e obstáculos. E como você lida com essas coisas, é o que realmente faz a diferença.

Fazer o que você gosta é liberdade.

Gostar do que você faz é felicidade. (Frank Tyger)

Eu amo fotografar e segui nessa carreira por seis anos. Me aposentei da fotografia social, como gosto de dizer, simplesmente porque contar a história dos outros, não fazia mais nenhum sentido pra mim. Hoje, continuo fotografando como hobbie nas minhas viagens e sigo feliz assim.

Antes eu fazia o que gostava, mas não me sentia realizada profissionalmente. Hoje eu gosto muito do meu trabalho, invisto horas estudando o meu mercado e adquirindo novos conhecimentos constantemente. De certa forma é o que eu escolhi fazer da vida e gostar da minha rotina, facilita muito as coisas. Você não precisar fazer só o que você gosta, mas você precisa gostar do que você faz.

Nenhum comentário

Enviar um comentário