5 coisas que aprendi com o curso do Efeito Orna

Neste mês de julho, tomei uma decisão importante na minha vida digital: transformei o antigo blog em um espaço meu (agora leva o meu nome), onde eu posso compartilhar meus pensamentos, minhas ideias e minhas referências com vocês e não só dicas de lugares bacanas. E basicamente um ano atrás, eu também tomava outra decisão importantíssima na minha vida profissional: me matricular no curso online das irmãs Alcântara. Foi uma das melhores coisas que fiz por mim e pela minha empresa.

Sempre fiz muitos cursos, pra mim conhecimento nunca é demais, aliás, é uma das coisas mais valiosas que existem, dessas que ninguém consegue tirar da gente e só cresce. Depois de um ano, resolvi contar um pouquinho do que aprendi com o conteúdo desse curso que foi tão transformador pra mim.

1. Comece Agora

Se você tem vontade de empreender e já sabe o que gosta de fazer, comece. Não importa se você não tem tudo pronto, tudo perfeito, comece mesmo assim. Posso falar por mim, como é difícil tirar as ideias e sonhos do papel! É preciso ter coragem sim para empreender em um país como o nosso. Mas também é bastante gratificante quando você encontra o caminho. Eu sou uma pessoa perfeccionista (virginiana né folks!) e vocês não imaginam como foi difícil dar o pontapé inicial pra colocar a SugarLAB para rodar. Se dependesse de mim, eu só abriria de fato a agência quando eu tivesse um escritório próprio, um lugar totalmente decorado como as fotos que vemos no Pinterest, com dezenas de funcionários desempenhando suas funções em um ambiente de trabalho incrível, em um prédio empresarial e por aí vai. Quando você deixa de lado todas as suas inseguranças e finalmente acredita na sua ideia, você não precisa de mais nada pra fazer dar certo. Taí o segundo item dessa lista!

2. Acredite

E transmita isso para as pessoas. Tenha a certeza de que é isso que você quer fazer e principalmente, qual o seu objetivo com este negócio e o que você pretende passar para as pessoas através dele. Talvez esse seja o passo mais importante de um negócio bem sucedido. Já me cansei de ver empresas surgindo e desaparecendo em menos de um ano, simplesmente porque os donos não fazem a menor ideia do que estão fazendo. Gostar de uma determinada coisa não quer dizer que você terá sucesso só por simplesmente gostar daquilo. Ter um negócio envolve muitas outras coisas que talvez você nem goste tanto, mas terá que aprender a lidar, se quiser fazer dar certo, e isso só será possível se você tiver algo maior por trás do seu sonho de empreender. E isso se chama razão.

3. Fale do seu negócio

Conte pra todo mundo sobre o seu negócio. Fale quantas vezes puder. Se não tiver oportunidade, crie. Dê um jeito de fazer todo mundo saber que você tem um negócio e o que você está fazendo através dele. Suas melhores chances estão onde você nem imagina. É meio louco dizer que aprendi isso num curso, mas é a mais pura verdade. Eu vim de uma carreira onde eu não estava feliz e tampouco satisfeita com o meu trabalho, eu não sabia porque eu fazia aquilo, então eu não tinha orgulho do meu trabalho e eu não falava muito dele para as pessoas. Mas quando você tem prazer em fazer o que você faz, quando você realmente sabe que o seu trabalho importa e inspira outras pessoas, você passa a ter orgulho dele e essa coisa de falar sobre o seu negócio, fica natural e vira rotina. É um verdadeiro efeito!

Por experiência própria, quando eu comecei a falar para as pessoas o que eu estava fazendo, o que eu tinha criado, as oportunidades apareceram e eu agarrei com todas as minhas forças. Até descobri um segmento que até então eu não enxergava como clientes em potencial. As oportunidades estão aí pra quem quiser encará-las. Quantas vezes eu vi colegas empreendedores desperdiçarem oportunidades que seriam de grande valia se trabalhadas da forma correta! Quantas vezes você deixou uma oportunidade passar ou não se empenhou o bastante para conquistá-la?

4. Planeje

E coloque esse planejamento em prática. Eu confesso que, antigamente, meus planos não saíam do papel. Era cada ideia que eu tinha, mas só os meus quinhentos caderninhos e agendas ficavam sabendo! rs tenho vício em papelaria e adoro comprar agendas, planners e moleskines. Mas isso me prejudicou por muito tempo e eu não fazia ideia. Era tanta coisa anotada, em tantos lugares diferentes que eu acabava me perdendo. Quando fiz o curso, ganhei um planner personalizável, ideal para atender as minhas necessidades. Foi então que eu decidi concentrar as minhas anotações em um só lugar, que finalmente atendia tudo o que eu precisava. Hoje, meus caderninhos viraram itens de decoração! rs

5. Tenha disciplina

Estabeleça uma rotina e tenha uma certa disciplina, mesmo (e principalmente) se você trabalhar em home office. É extremamente importante você estabelecer horários e definir tarefas todas os dias. Trabalhando em casa, as chances de você cair na tentação e ir parar no sofá pra assistir a sessão da tarde são enormes! rs digo isso também por experiência própria e vou falar mais profundamente sobre isso em uma outra oportunidade. Logo no começo das atividades da agência, quando era apenas eu trabalhando pra tudo acontecer, eu frequentava um coworking na minha cidade e só o fato de ter que me arrumar e sair de casa pra trabalhar em outro ambiente, já fazia o meu dia render muito mais.

E se eu puder listar mais um item, que resume todos os outros, é: invista em você e no seu negócio. Fazer esse curso foi um investimento em mim mesma e na minha empresa. Tudo que eu aprendi, apliquei e continuo aplicando todos os dias na minha empresa me trazem a certeza de que o conhecimento é sim o bem mais valioso que todo ser humano pode ter. O material de apoio que eu recebi no curso é revisto todos os meses e a cada leitura, eu aprendo uma coisa nova. Feliz é aquele que sabe ouvir e aprender com as experiências dos outros e esse curso é exatamente sobre isso. Cada dica compartilhada e cada história contada nos nove módulos me fazem refletir todos os dias. Valeu cada centavo!

Nenhum comentário

Enviar um comentário